Ningaloo Reef, a Barreira de Coral do Oeste da Australia

08:39:00

Pra quem não sabe, eu decidi viajar até o Oeste da Austrália depois de conhecer uma alemã na fronteira da Tailândia com o Camboja que insistiu que eu não fosse embora do país sem conhecer o lado de lá da terra dos cangurus. Embora muita gente já tenha começado a se aventurar por aquelas bandas, é notável a diferença de viajantes que ainda preferem a Costa Leste que a Oeste. Não é pra menos, é inegável que as atrações da Costa Leste da Austrália sejam o sonho de muita gente, conhecer a magnífica Grande Barreira de Corais está entre os principais motivos.

A Grande Barreira de Corais vista lá de cima

Mas já disseram pra você que lá do outro lado do país existe uma outra Barreira de Corais muito mais virgem, sossegada, pertinho da costa e com uma quantidade de animais marinhos impressionante?


O azul do Ningaloo Reef

Pois é, ela existe e é um dos Patrimônios da Humanidade.
Localizada a 1152 km de Perth pela Indian Ocean Drive, o Ningaloo vai desde Coral Bay até Exmounth, numa extensão de 300 km. Nós começamos visitando Coral Bay, que é uma das portas de entrada para o Ningaloo Reef. Várias agências organizam passeios pra fazer mergulhos com snorkel durante todo o ano. O motivo é que durante as estações a fauna marinha muda, num lugar onde existem mais de 500 espécies de Corais e 200 de Peixes.
Praia de Coral Bay



De novembro a marzo: Tartarugas marinhas. Segundo mergulhadores há 3 tipos de espécies pelas águas do Ningaloo. Nós nadamos com uma na praia de Lakeside e foi uma das experiências mais incríveis que tive. Detalhe que nessa praia só haviam duas pessoas. Se prepararem para encontrar praias praticamente desertas pela Costa Oeste.


A dream come true..



De abril a junho: Os amigáveis tubarões-baleia chegam nessa época para o desove dos corais. Ningaloo é um dos poucos lugares do mundo onde você pode nadar com um dos maiores peixes do planeta. Nós fomos em dezembro e por esse motivo não encontramos nenhum mas em compensação nadamos com tubarões de coral em mais de um ponto de mergulho.


Não nadamos com o tubarão baleia mas sim com o tubarão de coral

De mayo a novembro: As Mantarayas estão presente durante todo o ano mas é entre o inverno e a primavera que seu numero aumenta. Nadamos com uma de 4 metros de largura. Essa espécie de mantarayas não são perigosas, ainda que é necessário tomar algumas precauções para não assustar-las, como nadar somente ao seu lado, nunca na sua frente. Outra experiência fantástica que tivemos em Coral bay.





Além de Coral Bay, Exmouth também recebe muita gente que quer mergulhar pelas águas do Ningaloo. Dentro do Parque Nacional de Cape Range está a magnífica Turquoise Bay, que além de entrar para a minha lista de praias mais bonitas do mundo, é um dos melhores pontos de mergulho da área. Vimos golfinhos, tubarões de corais e uma quantidade de peixes surreal. Só tome cuidado com a corrente, uma menina que conheci disse que quase se afogou. Olhe bem as indicações da maré.


Paraíso 



Outras praias também são super recomendáveis, como a de Lakeside e a de Oyters Bay, uma praia ideal para iniciantes e família com crianças. Pergunte qual a melhor hora pra ir porque só é possível nadar nesse ponto com a maré cheia.





Como chegar

O acesso ao Ningaloo Reef é difícil e por esse motivo que a Barreira de Corais ainda é tão bem conservada. Pra chegar a Coral Bay você vai precisar de um carro, já que desde Perth demoramos 4 dias pra chegar ( fazendo paradas e visitando outros lugares,é claro) e desde Exmouth são 150 km ao sul. Entretanto, Exmouth tem um pequeno aeroporto, Qantas é uma das poucas companias que opera com até dois vôos ao dia, dependendo da época do ano.



Hospedagem

Há somente dois campings em Coral Bay, um hostal e um resort bem simples. A estadia é cara, em torno de 40 a 45 dolares australianos por uma parcela de camping sem luz. Em Exmouth existem mais opções, nós acampamos dentro de um resort e pagamos 40 doláres por noite por uma parcela com energia elétrica. Eles costumam fazer desconto na baixa temporada.


O calor fez com que a gente escolhesse um camping com piscina

Qual a melhor época para ir?

Durante todo o ano há mergulhos e você vai encontrar temperaturas entre 25 e 35 graus, mas segundo me disseram entre novembro e março faz muito mais calor (nós pegamos cerca de 42 graus) e chove bastante. A temporada dos tubarões baleias costuma ser a mais alta (com preços mais elevados também) e muitas pessoas aproveitam pra visitar o Karinjini também nessa época. Visitar esse parque Nacional era um dos meus grandes sonhos que tive de desistir por causa do calor. Nessa época as temperaturas chegam a 50 graus e não há trips guiadas de outubro a março,  porque ninguém que correr o risco de parar no hospital.


Minhas recomendações 

  • Vá no inverno, as temperaturas são mais amenas e não chove tanto, apesar de não pegar um dia sequer de chuva, sofremos com temperaturas acima dos 40.
Só dá vontade de ficar submersa
  • Leve seu equipamento de snorkel, comprar lá é carissimo e alugar também.



  • Vá ao Karinjini. Se tem uma coisa que eu me arrependo nessa viagem é não ter conseguido ir até lá. Digo que cheguei a chorar depois de descobrir que era praticamente impossível alugar um carro que aguentasse as temperaturas e chegar lá no verão. Todo mundo que foi lá me disse que é um dos lugares mais bonitos da Austrália. 
  • Leve um corta-ventos. Faz calor mas o vento as vezes é desagradável.
  • Compre comida em outra cidade que não seja Coral Bay, só há um pequeno mercado com pouca coisa e muito caro.
  • Leve uma camera aquática. Ela será sua melhor amiga.
  • E por último, cuidado com o sol. O sol na Australia é bem mais forte e perigoso que em outras partes do mundo, se proteja principalmente quando estiver fazendo snorkel, eu quase não consigo dormir depois de uma queimadura de sol nas costas.










You Might Also Like

0 comentários

Fazemos parte