Minhas 5 metropóles preferidas do mundo

08:43:00

Quem me conhece sabe que eu não sou fã de grandes cidades e apesar de ter nascido em uma, sempre gostei da vida de interior. Um estilo de vida não tão frenético, menos estressado e bem mais amigavel sempre me atraiu mais. Ainda assim algumas metrópoles ao redor do mundo conseguiram entrar na lista das minhas favoritas. Adoro cidades cosmopolitas e culturais e por issso as que fazem parte da minha lista tem essas dois características.

Barcelona


É, não tem jeito, Barcelona para mim é a melhor cidade do planeta. Adorava passear pelo Passeig de Gracia, amava a vista da cidade desde o Tibidabo, sem falar da gastronomia, das praias e da vida noturna. Ela é minha paixão à primeira vista, o lugar que foi minha casa por 7 anos e para onde eu pretendo em breve. 

Casa Batló

Plaza Real

Amsterdam

Amsterdam é daquelas cidades grandes com ar de interior. Em poucos lugares do mundo você encontra tantas coisas legais pra fazer montado em uma bicicleta. Adoro a arquitetura da cidade e sou apaixonada pelo seu estilo descontraído.

Um dos vários canais em Amsterdam


Istambul

Se há um adjetivo que se encaixa perfeitamente em Istambul é interesante. Entre a Europa e Ásia, entre mesquitas e catedrais , entre a caótica Sultahamet e a fina Bebek. Amei me peder pelo grande Bazar e ver o pôr-do-sol no Bosfóro.

Pôr-do-sol na Torre Galáta
Grande Bazar

Confira o post sobre nossos 5 dias em Istambul.


Melbourne 

Ainda que eu tenha vivido em Sydney por 3 anos, eu sempre tive uma quedinha por Melbourne e se você me perguntar qual cidade eu te recomendo para viver na Austrália, ela estaria em primeiro lugar. Tão cultural e com um sistema de transporte impecável, Melbourne faz jus ao titulo de melhor cidade do mundo para viver.


A transporte público de Melbourne é simplesmente impecável


Veja nosso post sobre 10 coisas para fazer em Melbourne

Bangkok

Não há quem fique indiferente em relação a Bangkok, conheço gente que odeia, gente que ama ou simplesmente gente que se sente me casa, como eu. Não sei se pelo fato de ter visitado a capital da Tailândia várias vezes, mas lá me sinto como se vivesse na cidade há anos. Talvez porque seu trânsito caótico, seu cheiro e sua comida apimentada façam me lembrar da minha cidade natal, Salvador.

Um dos vários templos de Bangkok

O colorido Mercado Flotante


You Might Also Like

0 comentários

Fazemos parte