Guia prático para viajar pelo Laos

04:17:00

Ainda que o Laos não seja dos páises mais disputados pelos mochileiros que viajam pelo Sudeste Asiático, suas montanhas, cachoeiras e sua rica cultura tem atraído cada vez mais gente nos últimos tempos. Antes era só um ponto de passagem de quem vinha da Tailândia ou do Camboja rumo ao Vietnã, hoje é quase um lugar obrigatório de quem viaja por aqueles lados.
Nós, atraídos por histórias de muita gente que passou por lá, decidimos dedicar um par de semanas viajar por suas cidades pacatas.


Como tirar o visto pro Laos:

Como em quase todos os países do Sudeste Asiático é possível tirar o visto na fronteira. As mais comuns são entre Chiang Mai na Tailândia e Luang Prabang no norte do país, e entre Phnon Phen no Cambodia e 4000 Islands, um dos primeiros povoados ao sul do Laos, que foi onde nós cruzamos.
Como em muitas fronteiras do Sudeste, ser vítima da corrupção é quase inevitável. Tanto na saída do Cambodia como na entrada do Laos, policiais tentavam extoquir mochileiros. Nós discutimos com vários deles apesar da ameaça de ter nosso visto negado. A dica é já ir preparado e dizer tem dinheiro justo para pagar o visto. Comigo funcionou.
O visto para brasileiros no Laos custa 30U$ enquanto para europeus custa 35$, como sempre viajo com os dois passaportes, vou trocando de acordo com o que me convém.

O visto do Laos

Lugares que merecem a visita:

4000 Island- Don Det e Don Khon- Esse arquipélago de pequenas ilhas ao redor do Mekong é um destino imperdível pra quem visita o país. Apesar da quantidade de viajantes que passam por lá, as suas populações ribeirinhas seguem com o ritmo de vida tranquilo que caracteriza o país. Kayaquiar pelo gigante Mekong e praticar o famoso Tubbing está entre as atividades preferidas.




Parke e Champsak : Mais ao norte de Don Det, Parkse é um ponto de descanso para os mochileiros que viajam rumo a capital Vientiane. Apesar de não estar recheada de atrações, a cidade é ponto de partida para Bolaven Plateau, e Champasak. Duas localidades com templos e paisagens perdidas pelas montanhas do páis. Nós só passamos algumas horas em Parkse e na minha opinião foi suficiente.


Vientiane : A capital do país é conhecida pelas suas padarias deliciosas e seu estilo de vida tranquilo. Diferente das outras capitais asiáticas, Vientiane tem ar de interior. É um bom lugar para tirar o visto pro Vietnã e para descansar das buliciosas capitais do Sudeste Asiático. Também só passamos algumas horas por lá antes de seguir viagem rumo a Vang Vieng.


Vang Vieng: Essa cidadezinha ficou famosa depois que jovens de todo o mundo chegavam a ela para praticar o famoso tubbing, que nada mais é do que descer rio abaixo num pneu fazendo paradas em bares regados de muita bebida alcóolica. Infelizmente, depois de uma série de acidentes envolvendo turista extrangeiros, já não há tantas festinhas a beira do rio. Mas engana-se quem pensa que Vang Vieng é só curtição. Felizmente a localidade é cheia de cavernas, rios azuis com águas cristalinas e montanhas incríveis.

A famosa Lagoa  Azul

Poukham Cave


Campos de arroz perto da caverna de Tham Sang

Luang Prabang e Kuang Si Falls: A antiga capital do país é Patrimônio Mundial da UNESCO. Com um ar bem colonial, templos espetaculares e um pôr-do-sol fascinante, Luang Prabang é sem dúvida o lugar mais visitado do Laos. 
Se de manhã ela dá lugar a Ronda das Almas, de noite suas ruas são tomadas por mercados de comidas e artesanato.

Ronda das Almas


Pores- do-sol inesquecíveis


A somente 29 km de distância de Luang Prabang, é possível encontrar umas das coisas mais maravilhosas que já vi na vida: A cachoeira Kung Si Falls.


Chegar lá é bem fácil alugando uma moto ou contratando um tuk-tuk. É recomendável chegar de manhã cedinho para evitar multidões.




Orçamento para viajar pelo Laos

O Laos, junto com o Cambodia foi um dos países mais baratos de toda a viagem. Conseguimos dormir em um quarto privativo, com banheiro e terraço por apenas 7U$ a noite. Comer nas barraquinhas do mercado pode custar apenas 2U$. As entradas nas cascatas e cavernas custam ao redor de 5 a 10U$ e os passeios com kayaque durante todo o dia com comida incluida pelo Mekong são em torno de 20 U$. Definitivamente é um país bastante barato.


Transporte:

Nós viajamos por todo país em ônibus que são bastante aceitavéis, muitos com ar condicionado. Os  famosos Sleeping Buses também é uma boa opção para viajar pela noite. É bem fácil encontrar milhares de agências locais que vendem tickets de ônibus para as principais localidades do país.
O aeroporto de Vientiane é o principal aeroporto do Laos e Lao Airlines e Air Asia são as companias que têm as melhores tarifas.


You Might Also Like

0 comentários

Fazemos parte