Como se locomover e acampar na Tasmânia.

02:50:00

Com as passagens compradas para  a Tasmânia semanas antes de embarcar, era hora de programar roteiros e saber como chegaríamos de um Parque Nacional a outro sem perder muito tempo.
A princípio queríamos alugar uma campervan, já que a experiência tinha sido ótima quando viajamos de Brisbane a Sydney e já que viajar com a casa e o carro no mesmo lugar supõe uma despreucupação com um monte de coisa. Várias companhias alugam motorhomes e campervans em Hobart. A Britz, Apollo e Mauí são as mais populares.


Nossa Campervan na Costa Leste da Austrália

Mas como nós só tinhámos 4 dias não conseguimos fazer a reserva em nenhuma delas. Então partimos para um  Plano B: Alugar um carro.
É o quase todo mundo faz, tendo em conta que você terá que ficar em hotéis ou em cabanas nos conhecidos Holidays Parks (que nada mais é do que um campings com uma estrutura fenomenal) 
Mas com aquela natureza toda que a Tasmânia tem, ficar fechado em um hotel seria um desperdício. Assim que tivemos uma idéia ótima: Levar nossa tenda para acampar (junto com todos apetrechos necessários) e voi lá. Tudo coube em uma mala de 18 kilos que despachamos com Jet Star e pagamos só 15 AU$.


Alugando carro:

Empresas para alugar carros não faltam. As mais conhecidas estão tanto nos aeroportos de Hobart e Launceston como no centro da cidade. Nós alugamos com EuropCar e pagamos 160 doláres australianos. Acabamos pagando um pouquinho mais já que nosso vôo chegava em Hobart e saía de Launceston. 





Passe para entrar nos Parques Nacionais.

Para entrar nos Parques Nacionais da Tasmânia é preciso comprar um passe nos Visitors Centres ou na web oficial . Você pode comprar de um dia ou de um mês. Os preços variam de acordo com o tempo que você estará viajando pelos Parques Naturais do estado australiano. 
Esse passe deve estar visível na parte de dentro do carro e a entrada no parque sem ele pode ocasionar em multa. 
É importante lembrar que para acampar é preciso pagar uma taxa extra que geralmente custa 11 doláres por duas pessoas. Essa taxa também deve ser paga em cada Centro de Visitantes. Reservar com antecipação é recomendável em alta temporada.


O famoso parque Freycinet


Acampando na Tasmânia.

A Tasmânia é sem dúvida um dos lugares do mundo que eu me senti mais em contato com a natureza. Além de toda a beleza das vegetações, cachoeiras e praias, a estrutura dos campings é fenomenal. Conservando as áreas virgens, todo e qualquer Parque Nacional tem banheiros limpos e áreas para comer ao ar livre.




Por causa do frio tivemos que comprar sacos de dormir para aguentar as baixas temperaturas. Mesmo no verão, as noites costumam ser bastante frias chegando aos 6 graus.

Além dos campsites dentro dos parques, há campings privados por toda Tasmânia. A diária custa entre 25 e 50 AU$.

Perrengue em Cradle Mountain

Depois de acampar no Freycinet e no Mt Fields sem grandes problemas, fomos a Cradle Mountain pensando que teríamos a mesma sorte. Perdemos muito tempo na estrada e acabamos chegando já ao anoitecer. Por causa disso, encontramos o único camping do Parque Nacional fechado e sem campsites disponíveis. Pra piorar a situação o Centro de Visitantes estava fechado e ficamos sem conseguir informação de onde acampar por perto. Na verdade tudo foi culpa da nossa, por não procurar informação na Internet, nem averiguar na guia os campings disponíveis. Cradle é um dos Parques Nacionais mais disputados da Tasmânia e fazer reserva em algum camping antes é quase obrigatório. Na verdade existe uma esplanada a 40 km de distância que nós havíamos passado sem saber que era o único lugar que poderiamos passar a noite. 


O magnífico Parque Nacional de Cradle Mountain

Sem lugar pra dormir, tivemos que procurar os hotéis da que estavam fora da zona restringida do Parque. Depois de ir em alguns e encontrar preços muito altos, chegamos a cogitar em passar a noite no carro, mas por causa do frio acabamos desistindo. Por sorte, quando já não sabíamos mais o que fazer uma menina que notou nosso desespero no indicou o Cradle Mountain Hotel, que tinha quartos disponíveis por um preço bacana. 
Nos salvamos de passar a noite ao relento e dia seguinte acordamos descansados para fazer nosso trekking pelas magníficas montanhas do parque.



Apesar desse pequeno imprevisto no final da viagem, sigo dizendo que a Tasmânia é um destino imperdível para quem viaja pela Austrália. 
Leia o post sobre o nosso roteiro por lá!



You Might Also Like

0 comentários

Fazemos parte