Koh Samui: A ilha mais turística da Tailândia

01:51:00

Não tenho nenhum dato para confirmar esta estatística, mas com certeza a maioria dos turistas que compram pacotes em agências de turismo, tem Koh Samui como parada obrigatória. Talvez por ter um aeroporto, a ilha de fácil acesso acaba recebendo a maior parte dos turistas que visitam o país.


Primeira vista da ilha

Nós incluimos Koh Samui no nosso roteiro depois que desistimos de ir a Koh Phi Phi, por causa da chuva, e assim como em Koh Tao, chegamos na ilha sem hotel. Fomos direto à zona de Bo Phut, uma das mais tranquilas da ilha. Não dá pra negar que os preços em Samui são inflacionados com relação as outras ilhas, até porque a maioria vem no esquema resort All Inclusive. Nós fomos atrás de um hostel, mas estava cheio, por sorte encontramos na mesma rua o “La Hacienda”, um dos melhores hotéis que ficamos em toda viagem. 

O hotel

Os quartos eram todos decorados com conchinhas do mar e no telhado havía uma surpresa:


Uma vista panorâmica de toda a praia e da ilha de Koh Phagan.


A localização também era ótima, Bo Phut tem uma infinidade de bares, lojas, hotéis e os melhores restaurantes com peixe fresco da zona.



Em um dos vários bares da zona

No dia seguinte alugamos uma moto ali mesmo no hotel e fomos conhecer as melhores praias da ilha.

A mais famosa, Chaweng Beach ficava a poucos minutos de moto de Bo Phut. Com uma infinidade de hotéis e resorts, Chaweng se destacava principalmente pela facilidade de encontrar jet-skis para alugar e outras tantas atividades de ócio. A maioria das pessoas que estavam ali, só se preucupavam em chamar o garçom e pedir uma Singha Beer.

A famosa Chaweng Beach



Ao lado se encontrava outra famosa praia: Lamai Beach.
Entre Lamai e Thanon Hua está duas formações rochosas famosas: Hin Ta e Hin Yai, também conhecida como rochas vovô e vovó. Estas formações parecem com a genitália masculina e feminina, respectivamente. O que faz com que essas rochas ainda mais estranho é que eles estão próximos uma da outra, dando lugar a uma lenda que explica como elas surgiram.




Sabíamos que Samui existiam várias cachoeiras de difícil acesso, mas havía uma que podiamos chegar com a moto: a de Nu Muang . No caminho descubrimos que sem um 4X4 era impossível chegar, mas não nos preocupamos porque em Samui tudo se resolve com um dos vários guias turísticos do local. Pagamos 150 baths e nos “infiltramos “ em um carro de uma agência de turismo e conseguimos chegar até a tal cachoeira. É até bonitinha, mas nada de espetacular. Sem falar que estava lotada de gente.





Samui é assim, a meca do turismo em massa!
Grupos chegam com as agências de turismo todo o momento. Se você não gosta de lugares assim, recomendo não ir a Koh Samui.
Por isso no dia seguinte decidimos parar um pouco o ritmo e relaxar na praia de Bo Phut. E aproveitar a vista panorâmica que a gente tinha de lá de cima.



Praia de Bo Phut



O pôr-do-sol em Samui também não foi nada gentil com gente, tivemos entardeceres nublados e não conseguimos ver nenhum no tempo que ficamos na ilha.





Nossa dois dias em Samui não foram cheios de emoção, talvez tenha sido a ilha que eu menos gostei de todas que vistei na Tailândia. Recomendo pra famílias que gostam do sistema All Inclusive, e principalmente quem viajam com crianças. Existem inúmeras atividades de ócio, principalmente na praia de Chaweng. Se você faz o estilo mochileiro, buscando praias vazias, não perca o seu tempo indo a Samui.

You Might Also Like

0 comentários

Fazemos parte